Notícias

Partilha da Ir. Patrícia Santana de Aragão Silva sobre a Experiência da Missão Jovem da Vida Religiosa Consagrada na Amazônia

“Uma só coisa almejo, servir as missões eu tanto desejo, fazer algo pelas missões!” Bem-aventurada Maria dos Apóstolos

Tive a alegria de participar da 6ª edição da Missão Jovem da Vida Religiosa Consagrada na Amazônia, que aconteceu entre os dias 05 a 16 de julho de 2022, nas região transamazônica da Diocese de Cametá/PA. Participaram 65 missionários/as, entre os quais Religiosas, Religiosos de 20 Congregações, vindo de diversas partes do Brasil. Fomos divididos em quatro Paróquias: Maracajá, Pacajá, Gelado e Novo Repartimento. Foram dias de profunda mística e experiência de Deus que se revelou nas pessoas, nas famílias visitadas, nas vicinais, nas Vilas, nas celebrações,  permitindo renovar nosso ardor missionário e o nosso desejo de continuar respondendo ao chamado que Deus faz constantemente em nossa vida, nos colocando a serviço da vida em suas múltiplas expressões.

 Nestes onze dias que nos colocamos “em saída” para as terras sagradas da Prelazia de Cametá/PA, vivenciamos momentos de integração, de formação sociopolítica e pastoral da realidade Transamazônica, visitamos lugares como a Reserva Irmã Dorothy Stang, em Anapu/PA, local em que o corpo da Ir. Dorothy está plantado como semente de Deus que é esperança e profecia.   Realizamos visitas às famílias, momentos celebrativos, encontros com jovens e crianças, tudo de acordo com as desafiadoras realidades locais. Tivemos a possibilidade de quebrar paradigmas, de aprender e conhecer um pouco da realidade local junto com diversas famílias e comunidades nos lugares mais longínquos, algumas até a 140 km da Igreja Matriz. Diante dessas comunidades foi possível perceber e reconhecer os desafios reais, uma terra de  missão, com necessidades gritantes  nas áreas sociais e pastorais. Um povo  cheio de desejo de partilhar a vida e a fé na comunidade cristã.

Foram muitos os clamores ouvidos, testemunhos de lutas, de resistência, de persistência, de dores, de conquistas, de fé e de esperança. As distâncias dificultam a presença regular da Igreja, em algumas comunidades somente uma vez ao ano. A formação de lideranças e a preparação para os sacramentos são fragilizados, essa realidade nos permitiu conhecer o rosto de uma Igreja muitas vezes desconhecido para nós.  A região Transamazônica na Diocese de Cametá/PA é distinta em sua diversidade na população local formada por paraenses, maranhenses, baianos, goianos, capixabas e mineiros, e é marcada pelos conflitos de terras, pelo desmatamento e pelo sangue de tantos mártires.

  Chego de volta, em minha comunidade religiosa, na certeza que pouco ou nada fizemos, apenas fomos instrumentos de Deus na escuta e presença com sentido e significado junto com o povo que lá encontramos. Não estivemos sós, estava conosco as nossas comunidades, congregações, a Igreja e o próprio Jesus. A profecia (re)nasce como semente lançada na terra.

Minha Gratidão a coordenação da Missão Jovem da VRC CRB Nacional, a Equipe de Coordenação Provincial da Província a qual pertenço, às minhas coirmãs e todo povo de Deus  por apostar e motivar as Novas Gerações da Vida Religiosa Consagrada, gratidão  pelo apoio e incentivo na participação da Missão e pela sintonia nesses dia em que tivemos a graça de contemplar o sorriso de Deus Salvador nas terras sagradas da transamazônica. Que Deus abençoe a todas e todos!

Por: Ir. Patricia Santana de Aragão Silva, SDS

Outros conteúdos