Padre Jordan: grande devoto da Eucaristia

Neste dia 08 de junho, 5º Dia da Novena em preparação ao Centenário da Morte/Ressurreição do Venerável Servo de Deus, Pe. Francisco Maria da Cruz Jordan traz como tema: “Padre Jordan Fortalecido pela Eucaristia diária – Perseverante na oração ”. Novena que está sendo rezada todo dia 08 de cada mês nos espaços de missão salvatoriana e se estenderá até setembro, mês que marca a celebração do Ano Centenário. Reze conosco esta novena!

 

08 de junho de 2018

VENERÁVEL SERVO DE DEUS
PE. FRANCISCO MARIA DA CRUZ JORDAN

Fortalecido pela eucaristia diária
– Perseverante na oração –

“Visita, pelo menos uma vez, Jesus na Santíssima Eucaristia! Dedica pelo menos meia hora à meditação! Dirige inúmeras jaculatórias a Deus! Anda ininterruptamente na presença de Deus!” (DE I 90,1)

Antífona inicial: 
Seremos responsáveis por levar o Teu nome, Ó Cristo Salvador! Ajudai-nos em nossa missão!

Comentarista: Vamos iniciar esse momento de oração invocando a Santíssima Trindade com o canto:
(Refrão) Em nome do Pai /e do Filho também /e Em nome do Espírito Santo. Amém!
1. O Pai nos acolha no seu grande amor / e aceite o carinho do nosso louvor.
2. O Pai nos acolha no Filho Jesus / nos dê sua graça, nos dê sua luz.
3. O Pai nos acolha no Espírito Santo / nos guarde e proteja, na paz do seu manto.

Comentarista: A Eucaristia sempre foi presente na vida do Pe. Jordan. Ele ia com frequência à
Basílica de São Pedro e ficava horas em oração pessoal. Ficava tão envolvido a ponto de várias pessoas
dizerem que quando ele rezava, era possível se deparar com um santo rezando.

Leitor 1: (Entra com o livro de preces salvatorianas ou outro livro de orações) Acolhamos este livro
de orações salvatorianas que tanto nos ajuda a manter a nossa comunhão como Família Salvatoriana.

Leitor2: (entra com o Terço): A oração do terço nos ajuda a recordar vários momentos da vida de
Jesus e nos lembra também daquela que deu um Sim a Deus, nossa querida Mãe do Salvador e Rainha
dos Apóstolos.

Leitor3: (entra com a Liturgia das Horas ou Liturgia Diária) Nesse livro de orações encontramos textos
bíblicos que nos ajudam a conhecer melhor o plano de salvação e nos aponta o caminho que devemos
percorrer como discípulos/discipulas, missionários/missionárias.

Leitor4: (entra com Vela). A vela nos recorda que devemos ser a exemplo de Jesus luz para o mundo.

Todos: Padre Jordan nos deixa em seu Diário Espiritual: “Visita, pelo menos uma vez, Jesus na
Santíssima Eucaristia! Dedica pelo menos meia hora à meditação! Dirige inúmeras jaculatórias
a Deus! Anda ininterruptamente na presença de Deus!”

Comentarista: Com Padre Jordan, Cantemos em homenagem a Jesus na Eucaristia e Maria, a Mãe do
Salvador: Eucaristia.

1. Quando teu Filho contigo vier,/ pra festa da vida fazer / Ensina-nos, Maria, / a fazer o que ele disser!
(Refrão) Tudo é possível nas tuas mãos, meu Senhor! / A Eucaristia é teu milagre de amor!
2. Quando o vinho do amor nos faltar,/ e a gente ao irmão se fechar Ensina-nos, Maria,/a fazer o que Ele disser!
3. Quando na mesa do nosso irmão, / faltar água, vida e pão / ensina-nos, Maria,/a fazer o que Ele disser!
4. Quando faltar a justiça entre nós, / e muitos ficarem sem voz / ensina-nos, Maria, / a fazer o que Ele disser!
5. Quando o serviço ao irmão nos custar, / cedendo à preguiça o lugar: / ensina-nos, Maria, / a fazer o que Ele disser!
6. Quando o homem, em nome da paz,/ matar o irmão pra ter mais: / ensina-nos, Maria, / a fazer o que Ele disser!
7. Quando a tristeza invadir nosso ser,/ e a vida o sentido perder: / ensina-nos, Maria, a fazer o que Ele disser!
8. Quando é difícil ser bom e ter fé,/ na força e poder que Deus é: / ensina-nos, Maria,/ a fazer o que Ele disser!

ORAÇÃO INICIAL – CHAMADO E RESPOSTA
Todos: Senhor Jesus Cristo, Salvador do mundo, em todos os tempos chamas homens e mulheres que,
a exemplo dos Apóstolos, se empenham para que todos te conheçam e encontrem em ti a salvação.
Escolheste Francisco Jordan como zeloso e fiel servidor do anúncio apostólico.
Pela intercessão de Maria, Mãe do Salvador e Rainha dos Apóstolos, te pedimos: como concedeste a
teu servo Francisco, dá também a nós, seus filhos e filhas espirituais, uma inabalável confiança em
tua amorosa Providência, zelo apostólico por teu Reino, dedicação no serviço aos irmãos e irmãs, e
coragem para te seguir.
Pela intercessão de teu servo Francisco, atende nossas preces, e ajuda-nos em nossas necessidades.
Amém.

Rezando com a Palavra de Deus: Jo 6,51-58

Leitor 1: 51 E Jesus continuou: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem come deste pão viverá
para sempre. E o pão que eu vou dar é a minha própria carne, para que o mundo tenha a vida.” 52 As
autoridades dos judeus começaram a discutir entre si: “Como pode esse homem dar-nos a sua carne
para comer?” 53 Jesus respondeu: “Eu garanto a vocês: se vocês não comem a carne do Filho do
Homem e não bebem o seu sangue, não terão a vida em vocês. 54 Quem come a minha carne e bebe
o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. 55 Porque a minha carne é
verdadeira comida e o meu sangue é verdadeira bebida.56 Quem come a minha carne e bebe o meu
sangue vive em mim e eu vivo nele. 57 E como o Pai, que vive, me enviou e eu vivo pelo Pai, assim,
aquele que me receber como alimento viverá por mim. 58 Este é o pão que desceu do céu. Não é
como o pão que os pais de vocês comeram e depois morreram. Quem come deste pão viverá para
sempre.”

(Momento de contemplação) Refletir o que a Palavra de Deus está nos falando hoje.
– Breve momento de partilha

Leitor 2: Recordando as meditações do Pe. Jordan – Desejo que todos os membros da Sociedade
se tornem, o mais possível, pessoas de oração. Oxalá cada um reconheça o que significa: rezar! Quanto
se consegue pela oração, quando se reza bem! Antes de mais nada, a oração é tão necessária! De onde
nos vem, afinal, o nosso auxílio? O que adianta trabalhar o dia todo, suar e sofrer, se faltar a bênção
do alto? Nem sequer podemos pronunciar, com mérito, o nome de Jesus, sem o auxílio do alto!
(Alocuções 77 de 15/07/1898)

Antífona cantada: Ave cheia de graça, Ave cheia de amor. /: Salve Mãe de Jesus a ti nosso canto e
o nosso louvor:/

Leitor 3: Sigam, pois, o Divino Salvador, sendo homens de oração, rezando muito, rezando bem.
Rezem bem, com profunda humildade. E sejam conscientes de que, por vocês mesmos, vocês nada
podem. De outro lado, porém, vocês precisam rezar com grande confiança no Senhor, do qual provém
toda a ajuda. Por meio dessa confiança vocês glorificam a Deus e o movem a ajudar!. (Alocuções 77 de
15/07/1898)

Antífona cantada: Ave cheia de graça, Ave cheia de amor. /: Salve Mãe de Jesus a ti nosso canto e
o nosso louvor:/

Leitor 4: Portanto, rezem muito, e façam disso um hábito, de modo que se possa dizer de cada um de
vocês, que é homem de oração! Nosso tempo necessita de homens de oração. A que servem tantos
trabalhos e lutas, a que servem todos os discursos e escritos, se Deus não vem em nosso auxílio?
Convençam-se: o tempo empregado com a oração não é tempo perdido! (Alocuções 77 de 15/07/1898)

Antífona cantada: Ave cheia de graça, Ave cheia de amor. /: Salve Mãe de Jesus a ti nosso canto e
o nosso louvor:/

Leitor 1: Considerem quanto bem vocês podem realizar com isso. E olhem para tantos heróis, para
um São Francisco de Assis, um São Francisco Xavier, para o Divino Salvador, que passou a noite
inteira em oração. Olhem para tantos Santos, um São Bonifácio. Rezem para que o Senhor abençoe
seus trabalhos. Rezem por aqueles pelos quais, um dia, vocês haverão de trabalhar, sofrer e lutar.
Mas rezem com muita confiança e com profunda humildade. Rezem insistentemente! (Alocuções 90 de
03/02/1899)

Antífona cantada:  Ave cheia de graça, Ave cheia de amor. /: Salve Mãe de Jesus a ti nosso canto
e o nosso louvor:/

Comentarista: E, a seguir, uma questão especial, para a qual eu gostaria de chamar novamente a
atenção de vocês. O que é tão necessário para o apostolado, para a realização de sua nobre missão, é a
oração! Oh, não se iludam a si próprios! Se vocês quiserem corresponder à sua missão e quiserem ser
apóstolos, se quiserem realizar grandes coisas, então se tornem homens de oração! (Alocuções 122 de
05/01/1900)

Rezando com a Família Salvatoriana hoje –

Comentarista: Olhando para a vida de Padre Jordan, desde a sua primeira eucaristia fez uma grande
experiência da ação do Espirito que contribuiu para sua profunda comunhão e intimidade com Deus
Trindade. Na busca incansável de discernir a vontade de Deus para sua vida, ele diariamente se nutria
na oração com sua presença. Ele foi fiel na eucaristia diária que lhe dava força para perseverar no
projeto de Deus e por isso a obra floresceu e deu frutos. (Ir. Alice Chauque, Beira – Moçambique).

Todos: Cada um deve empenhar-se para venerar a Mãe de Deus, pela prática das virtudes (Alocuções
Pág. 357)

Comentarista: Pe. Jordan deixou um testemunho eficaz da força que obtinha diariamente na eucaristia
que celebrava. Seus ideais alimentados cotidianamente pela oração perseverante faz dele um exemplo
de santidade a ser seguido. Somos convidados a imitá-lo nessas práticas, assim seremos melhores
continuadores de sua obra. (Pe Deolino Pedro Baldissera, Psicólogo, Religioso e Padre Salvatoriano,
Videira-SC).

Todos: /: Ide anunciar minha paz, / ide sem olhar para trás./ Estarei convosco e serei vossa luz na
missão! :/

Comentarista: Falar de Oração é falar da Comunhão intima com Deus. Esta comunhão é fortalecida
pela Eucaristia que é o alimento e força da alma. O Leigo Salvatoriano, deve anunciar o Salvador,
tornando Jesus Cristo, mais amado e conhecido à todos e sobretudo na Família e na Comunidade. Esta
nobre missão de anunciar o Evangelho, só é possível quando está em comunhão com Deus, através da
Eucaristia e Oração que são força que nos conduzem. Pedimos ao Espírito Santo para nos fortificar na
Fé. (Araújo Francisco José, Funcionário Público, Leigo Salvatoriano da Paróquia São Mateus –
Diocese de Chimoio, Moçambique).

SAL DA TERRA (Pe. ZEZINHO)
1. Vós sois o sal da terra / Vós sois a luz do mundo / Ninguém mais quer o sal quando ele perde o seu sabor /
Ninguém acende a luz para escondê-la logo após.
O sal e a luz sou eu, eu sou do povo do Senhor / O sal e a luz sou eu, eu sou do povo de Senhor
2. Vós sois o sal da terra / Vós sois a luz do mundo / Eu quero que esta vida tenha muito mais valor
Eu quero que meu povo tenha muito mais amor

Rezando com a Igreja

Comentarista: Vamos agora rezar utilizando alguns pensamentos do Papa Emérito, Bento XVI, na
sua exortação apostólica pós-sinodal, Sacramentum Caritatis.

Leitor 1: A santíssima Eucaristia é a doação que Jesus Cristo faz de Si mesmo, revelando-nos o amor
infinito de Deus por cada homem. Neste sacramento admirável, manifesta-se o amor “maior”: o amor
que leva a “dar a vida pelos amigos” (Jo 15, 13).

Todos cantam: Maria Mãe da Igreja, Rainha universal / Modelo de virtude liberta-nos do mal. /
Ensina ser fiel o povo do Senhor / Que o mundo se transforme no reino de amor.

Leitor 2. No sacramento da Eucaristia, Jesus mostra-nos de modo particular a verdade do amor, que é
a própria essência de Deus. Esta é a verdade evangélica que interessa a todo o homem e ao homem
todo. Por isso a Igreja, que encontra na Eucaristia o seu centro vital, esforça-se constantemente por
anunciar a todos, em tempo propício e fora dele (opportune, importune: cf. 2 Tm 4, 2), que Deus é
amor.

Todos cantam: Maria Mãe da Igreja, Rainha universal / Modelo de virtude liberta-nos do mal. /
Ensina ser fiel o povo do Senhor / Que o mundo se transforme no reino de amor.

Leitor 3: O sacramento do altar está sempre no centro da vida eclesial; “graças à Eucaristia, a Igreja
renasce sempre de novo!” (homilia Bento XVI, na tomada de posse da Cátedra de Roma, 07 de maio de 2005).
Quanto mais viva for a fé eucarística no povo de Deus, tanto mais profunda será a sua participação na
vida eclesial por meio duma adesão convicta à missão que Cristo confiou aos seus discípulos.
Testemunha-o a própria história da Igreja: toda a grande reforma está, de algum modo, ligada à
redescoberta da fé na presença eucarística do Senhor no meio do seu povo.

Todos cantam: Maria Mãe da Igreja, Rainha universal / Modelo de virtude liberta-nos do mal. / Ensina ser
fiel o povo do Senhor / Que o mundo se transforme no reino de amor.

Leitor 3: Na Eucaristia, Jesus não dá “alguma coisa”, mas dá-Se a Si mesmo; entrega o seu corpo e
derrama o seu sangue. Deste modo dá a totalidade da sua própria vida, manifestando a fonte originária
deste amor: Ele é o Filho eterno que o Pai entregou por nós.

Todos cantam: Maria Mãe da Igreja, Rainha universal / Modelo de virtude liberta-nos do mal. / Ensina ser
fiel o povo do Senhor / Que o mundo se transforme no reino de amor.

Leitor 4: Mas, é em Cristo morto e ressuscitado e na efusão do Espírito Santo, dado sem medida (Jo 3,
34), que nos tornamos participantes da intimidade divina. Assim Jesus Cristo, que “pelo Espírito eterno
Se ofereceu a Deus como vítima sem mancha” (Hb 9, 14), no dom eucarístico comunica-nos a própria
vida divina. Trata-se de um dom absolutamente gratuito, devido apenas às promessas de Deus
cumpridas para além de toda e qualquer medida. A Igreja acolhe, celebra e adora este dom, com fiel
obediência. O “mistério da fé” é mistério de amor trinitário, no qual, por graça, somos chamados a
participar.

 Todos Cantam: Maria Mãe da Igreja, Rainha universal / Modelo de virtude liberta-nos do mal. / Ensina ser
fiel o povo do Senhor / Que o mundo se transforme no reino de amor.

> Tempo de contemplação da Palavra. (Instantes de Silêncio)

Comentarista: Nosso venerável fundador – Padre Jordan – ficava horas na capela do Santíssimo. Estava certo
da presença de Deus na sua vida e de toda Família Salvatoriana. Agradeçamos a Jesus Salvador por nos conceder
o seu corpo e sangue como alimento para a vida eterna. Manifestemos a nossa alegria cantando:

Canto: Hino Salvatoriano
Que todos possam ver/ e Cristo conhecer, / saber de Cristo é conhecer o amor!
1. Com alegria e muita gratidão, / a Deus erguemos hinos de louvor.
Com toda Igreja e com cada irmão, / nós proclamamos o Divino Salvador.
2. Tornar o Cristo amado e conhecido, / nos foi deixado como testamento.
O mundo inteiro será mais unido / se o Evangelho for da vida o fundamento.
3. Filhos e filhas pelo mundo afora / De Padre Jordan seguem a missão
E não se cansam de esperar a hora / De ver chegar a todo o povo a salvação.

Bênção de Padre Jordan :

Abençoe-vos Deus todo poderoso: Pai, Filho e Espírito Santo. Ele vos santifique,
confirme e multiplique como a areia do mar e como as estrelas do céu, até o fim dos tempos. Amém!
Pai Nosso … Ave Maria… Glória ao Pai…

Ave Maria, Mãe do Salvador

1. Ave Maria Mãe do Salvador, / viva esperança do povo sofredor.
Faz-se na terra sinal do nosso Deus, vem orientar os homens filhos teus.

Refrão: Maria Mãe da Igreja, / Rainha universal. Modelo de virtude liberta-nos do mal.
Ensina ser fiel o povo do Senhor. Que o mundo se transforme no reino de amor.
2. Humilde serva vem nos orientar,/ por onde ir e como caminhar.
Servindo a Deus e também ao nosso irmão. Como resposta à nossa vocação.
3. És bem feliz porque soubeste crer,/ dizendo sim, sem nada em Ti reter.
Serás bendita em todas as nações./ Em Ti sentimos a paz nos corações.

 

Você também pode baixar a Novena em PDF: Celebração Centenário 08 de junho

 

Outros conteúdos