Notícias

7º dia de falecimento da Ir. Antônia Bösing

Celebramos hoje, 30 de junho, o 7º dia de falecimento da Irmã Antônia Bösing. Façamos memória da sua bela história de vida e missão através de sua biografia, em forma de gratidão e prece.

BIOGRAFIA IR. ANTÔNIA BÖSING

Ir. Antônia Bösing (Achada Bösing) nasceu no dia 02 de novembro de 1929 em Iomerê/SC. Era a terceira dos onze filhos de Leopoldo Bösing e Maria Graeff, tinha 02 irmãos homens e 08 mulheres. Recebeu o sacramento do Batismo no dia 08 de abril de 1930 em Tangará/SC e a Crisma no 29 de junho de 1941 na mesma cidade e a Primeira Eucaristia em 10 de agosto de 1941 em Tangará/SC.          

Sua vocação à Vida Religiosa Salvatoriana nasceu do testemunho de fé de seus pais e também das suas tias que eram religiosas, e com as quais conversava sobre vocação, algo que foi sendo cultivado com zelo e carinho. Sua família, muito religiosa, participava da comunidade e com este testemunho ensinou a Antônia e a todos os filhos a rezar, a amar a Deus e a vida religiosa. Desde cedo ela foi assumindo responsabilidades nos trabalhos da casa e no cuidado dos irmãos.

No dia 15 de julho de 1946, com alegria e muitas expectativas, saiu de casa levada por seu pai até Videira/SC, onde ingressou na Congregação juntamente com sua irmã Cecília. Após a formação à Vida Consagrada Salvatoriana professou os primeiros votos no dia 29 de junho de 1949 e os votos perpétuos no dia 29 de junho de 1955.           

Nas suas atividades apostólicas atuou nas comunidades do Hospital São José de David Canabarro/RS, Hospital Santo Antônio em Videira/SC, Hospital Cruzeiro em Joaçaba/RS, Hospital Divino Salvador, Hospital Santa Terezinha de Ciríaco/RS, atuou no seminário dos padres em Indianápolis/SP, seminário em Videira e no seminário palotino em Curitiba. Na Sede Provincial em Lages/SC, no colégio Mater Salvatoris em Tangará/SC, comunidade Mae de Deus em São Lourenço do Oeste/SC, comunidade Menino Deus em Ciríaco/RS, comunidade Maria Rosa e Maria do Caminho em Lages/SC, comunidade Betânia Maria dos Apóstolos e atualmente na comunidade Maria de Nazaré Campo Alegre/SC. Na maioria dessas comunidades assumiu o serviço de atendimento e cuidado aos doentes com zelo e carinho, os serviços, gerais a pastoral de visita aos doentes e suas famílias levando uma palavra de esperança., foi animadora vocacional e entre outros serviços na comunidade e além dela. Seu senso de pertença à Congregação é um legado que fica para todos nós.

Por onde passou buscou viver sua vocação com simplicidade, espírito acolhedor e de doação. Tinha facilidade de relacionar-se com as pessoas por sua atenção e ternura. Participou também do grupo de idosos, onde sempre foi muito querida e gostava de participar das apresentações de dança. Ir. Antônia, obrigada por nos lembrar que a dança, no embalo dos ritmos, é essa leveza da vida.

Um dos momentos que lhe ajudou foi o “Ano de Espiritualidade”, tempo mais dedicado a exercícios espirituais, leituras, reflexões e partilha de vida onde ressaltou que o sustento de sua vida era a eucaristia, a oração e doação aos outros.

Tinha forte devoção a Nossa Senhora cultivada pela oração do terço diariamente na família e aos Bem-aventurados Francisco Jordan e Maria dos Apóstolos. Cada dia sentia o amor de Deu Trindade, Pai, Filho e Espirito Santo, renovando seu chamado.

Uma mensagem que ela deixou: Viver em ação de graças pelo dom da vida e consagração religiosa. Doação e serviço para que o Divino Salvador seja conhecido e amado por todos. Estas palavras revelam um coração agradecido por tudo e o testemunho de um espirito missionario fecundo.

Vítima de um AVC seguido de queda, dia 24 de junho de 2022, aos 92 anos de idade e 73 anos de Vida Religiosa Salvatoriana, Deus a chamou para a vida eterna. Foi sepultada no cemitério Municipal de Campo Alegre/SC no dia 25 de junho de 2022. Ir. Antônia vive agora na casa do Pai, gozando do encontro face a face com Ele, desfrutando da ternura, beleza e amor do Criador. Fica para nós o exemplo de sua vida, de sua fé, sua alegria de viver, de amar e de servir. Ir. Antônia ! Descanse em paz!

Outros conteúdos