Notícias

08 de setembro: Dia de Padre Jordan

Hoje a Família Salvatoriana recorda o seu fundador, Pe. Francisco Maria da Cruz Jordan. Depois de sua trajetória de vida, morreu no dia 08 de setembro de 1918, num humilde hospital em Tafers, próximo de Friburgo, na Suíça, quando contava com 70 anos de idade.

Sua trajetória de vida é marcada por uma verdadeira paixão pela promoção do Reino de Deus. Ele se dedicou inteiramente em anunciar a todos os povos que Jesus é o Salvador, especialmente aos pequeninos do Evangelho. Pe. Jordan distingue-se, ainda, pela profundidade espiritual e o seu grande zelo apostólico, tornando-se um homem místico e profético.

A Família Salvatoriana (padres, irmãos, irmãs, leigos e leigas) representa um dos mais importantes legados que Pe. Jordan deixou à Igreja e ao mundo, hoje conta com mais de 3 mil membros espalhados  em todos os continentes do mundo, atuando apostolicamente em mais de 40 países.

Por suas obras e seu testemunho, Pe. Jordan continua inspirando o povo de Deus ainda nos tempos atuais, pois ele foi um verdadeiro missionário de Jesus Salvador.

Francisco Jordan, arauto do Evangelho, Intercede por nós! 🙏🏽

Poema Acróstico – Venerável Francisco Maria da Cruz Jordan

Vieste de mansinho, entraste e sonhaste a nossa caminhada,
E, no campo da história foste florescendo e recriando.
Nada te impediu de escutar a voz interior,
Em tempos de pobreza e em riscos de guerra.
Rezas! Confias e esperas na providência do Pai!
Atento a tudo o que ocorre ao teu redor.
Volves o teu olhar confiante ao mundo inteiro,
E percebes a realidade sofrida do teu povo.
Lutar pelo presente, eis a tua opção!

Paras! Contemplas! E deixas Deus Falar.
Amas, e rompes as barreiras do silêncio.
Devolvendo à Palavra a síntese da fidelidade.
Reanimando o Movimento na “cultura do teu tempo”,
Ensinas a todos/as a buscar o Reino de Deus.

Francisco! Eis o mistério do teu nome.
Realizas com a natureza um ciclo vital.
Aprendes com o Santo de Assis a olhar a criação,
Não deixando passar a promoção da vida.
Concebes o risco da jornada, mas
Insistes em tua inspiração que vai te envolvendo
Sempre mais, na confirmação do segredo do teu “Sim”.
Carregas no teu coração o ardor missionário
Onde quer que andes; és construtor da solidariedade.

Maria é tua mãe confidente e companheira.
A escolheste como, “Rainha dos Apóstolos e Mãe do Salvador”,
Roga a nós, por tuas filhas e filhos peregrinos,
Indicando o caminho profundo da Salvação.
Ainda que, este tempo sombrio não nos agracie.

Dá o alimento que fecunda uma Vida Religiosa autêntica.
Aproximando-nos da confiança, do anúncio e profetismo.

Com ousadia dás aos pobres consciência e instrução,
Resposta a isto, é abraçar os sacrifícios e acolher a luz divina.
Uma cruz, trazes impresso no teu ser e,
Zelas com igual ternura os marginalizados e excluídos.

Justiça apontas a cada um/a de nós,
Olhando o Salvador na sua infinita misericórdia.
Reata em nossa Família Salvatoriana o vínculo do amor,
Da unidade, na busca de caminhos novos,
Até que consumamos nossas forças e energias,
Num “fiat” derradeiro de entrega e paz.

Ir. Zelita Maria de Melo (SDS)

Outros conteúdos