Notice: Undefined variable: post_ID in /home2/salvatorianasorg/sites/educacao/imaculada/blog/wp-content/themes/blog-salvatoriano-2017/single.php on line 76
Contraturno Educação Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Notícias

Junho é o Mês Salvatoriano! 💙

Junho é o Mês Salvatoriano! 💙

A Família Salvatoriana celebra em junho o Mês Salvatoriano.

Neste ano com a temática “Anunciar a todos o amor de Jesus Salvador” e o lema: “Sê um verdadeiro apóstolo de Jesus Cristo!” (Pe. Jordan). Celebrar o Mês Salvatoriano é voltar às fontes do carisma, espiritualidade e missão salvatoriana para bem acolher o projeto de Jesus Salvador, que é o centro da vida salvatoriana. O Carisma Salvatoriano é a graça e o dom do Espírito Santo concedido a Padre Jordan para ser colocado a serviço da Igreja e do mundo.

Para fundar a Família Salvatoriana, Padre Jordan se inspira em Jo 17,3: “Ora a vida eterna é esta: que eles conheçam a ti, o Deus único e verdadeiro, e aquele que tu enviaste, Jesus Cristo.” A Palavra de Deus contemplada na oração, deu ao Fundador a certeza de que Jesus Cristo só poderia ser conhecido se fosse anunciado. Os salvatorianos/as são chamados/as e enviados/as em missão para anunciar Jesus Cristo ao mundo, com o seu modo de ser e agir, revelando um Deus que ama e quer a salvação de todos. Pe. Jordan, um apaixonado pelo anúncio do Salvador diz: “Ai de mim, Senhor, se não te anunciar”. Anunciar e testemunhar o amor de Jesus Salvador é uma característica que marca a vida salvatoriana.

Jesus Salvador é o modelo inspirador e a fonte da espiritualidade salvatoriana. Como Família Salvatoriana, somos chamadas a nos identificar com Jesus Salvador, ter seus sentimentos e atitudes, aderir à sua pessoa, ao seu projeto, conhecê-lo para então anunciá-lo. A espiritualidade salvatoriana se fundamenta na experiência de Deus como centro de nossa vida. O testemunho de Padre Jordan e Madre Maria, nos inspira a sermos pessoas de oração, a nutrir uma confiança inabalável na Divina Providência, testemunhando as maravilhas do amor de Deus em nossa vida e missão: “Tenham como herança perpétua a confiança na Divina Providência. Qual mãe solícita, ela cuidará de vocês”.  A experiência de Deus para Madre Maria é o alicerce de sua vida e missão, sua relação com Ele caracterizou-se pelo amor, confiança, simplicidade e profundidade. Em seu espírito salvatoriano, escreveu: “Felizes os que veem tudo o que existe e tudo o que acontece à luz transparente da fé… Podem ver como Deus age no seu amor e providência”. Quem participa da obra Salvatoriana terá como espiritualidade viver o seguimento de Jesus Salvador.

Padre Jordan foi um homem à frente do seu tempo, um verdadeiro profeta. Diante de sua realidade, buscou novos métodos de evangelização dentro de uma visão ampla e universal, empenhando-se de corpo e alma ao apostolado leigo. Dizia: “Todos os cristãos católicos devem ser apóstolos no mundo”. O grande amor de Madre Maria pelas missões e seu espírito apostólico, continuam a nos inspirar a sermos sempre mais discípulos/as e missionários/as do Salvador, dizendo: “Sinto-me fortemente inclinada para tudo o que é apostólico. Foi sempre minha inclinação, aquele de me dedicar às missões, tanto quanto minhas forças permitissem”. A missão salvatoriana é anunciar a Jesus Cristo com todos os modos e meios que a caridade de Cristo inspira, escolhendo as atividades apostólicas de acordo com as necessidades de tempo e lugar. Todos devem ser apóstolos, todos devem participar ativamente da missão da Igreja, que é anunciar Jesus Cristo.

Inspirados no exemplo do Salvador e dos Apóstolos somos chamados a dar esta característica à missão Salvatoriana, de envolver os outros, utilizando-se da mesma pedagogia, no intuito de motivar para a vivência do discipulado missionário. A metodologia do discipulado constitui característica própria à nossa missão. Padre Jordan insiste que tomemos como modelo o Salvador, inspirando-nos no exemplo dos Apóstolos: “Sê um verdadeiro apóstolo de Jesus Cristo e não sossegues até que tenhas levado a Palavra de Deus a todos os recantos da terra.” (Pe. Jordan – DEI 182,3)

Ao vivenciarmos o Mês Salvatoriano como Família Salvatoriana, que possamos cada vez mais professar o Divino Salvador como modelo e inspiração de nossa vida e missão. Com alegria e confiança, deixar que Ele nos conduza na missão como anunciadores/as do seu amor salvífico, comprometidos na busca por um mundo solidário, fraterno e justo.

Outros conteúdos