Notícias

Votos Perpétuos de Irmã Joana O. Januário

“O que nós vimos e ouvimos, isto vos anunciamos.” (1Jo 1,3)

Divino Salvador é a razão da minha alegria, dizia o canto de ação de graças. Faço destas palavras, as minhas. O Divino salvador é razão da minha alegria. Por isso, nos encontramos aqui reunidos para celebrarmos juntos as maravilhas que Deus incessantemente opera nas nossas vidas, hoje de modo particular na minha vida. Este é para mim um dia de festa, de júbilo e de alegria, porém, ao mesmo tempo estou ciente dos caminhos e desafios a serem trilhados, mas Deus jamais abandona os que confiam e se deixam moldar por Ele.

Ao longo do meu processo formativo as palavras do Evangelista João foram para mim um questionamento, ao mesmo tempo um convite no seguimento: “Mestre, onde moras? Vinde e vede” E, assim começou o meu caminho de querer conhecer de perto o Divino Salvador, caminhar com Ele, partilhar da sua Vida e do seu Projeto. Aos poucos, passo a passo, o Salvador foi me introduzindo no seu mistério salvífico. Ora, envolvido na vida e no Projeto de Cristo Salvador e inspirada nas palavras da primeira carta de João, assumo hoje definitivamente o propósito de proclamar ao mundo o que vi, ouvi e aprendi do Ressuscitado.

Por isso, dou graças a Deus pelo dom da vida e da vocação, por ter me escolhido, mesmo diante da minha insignificância e fragilidade, a participar da sua vida e do seu projeto. Outrossim, agradeço a mão de Deus que me foi conduzindo e sustentando, mesmo quando me faltou ânimo e esperança de continuar no chamado e no discipulado.

Aos meus pais: Rosalina Assate Zano e Orlando Januário (In memoriam), agradeço pela educação na fé cristã, encorajamento na vocação à Vida Religiosa Consagrada e incentivo ao longo do meu processo formativo. A vocês pais, sou eternamente grata. Agradeço igualmente aos meus irmãos, minha avó e demais familiares pelos ensinamentos, pelo suporte na caminhada e tudo o que sois e representam na minha vida. Agradeço a minha Madrinha que me orientou no Catecumenato.

Dou graças por todos que me ajudaram e acompanharam desde o despertar vocacional até ao presente momento. À congregação das Irmãs do Divino Salvador, minha gratidão por me ter acolhido, acreditado em mim e por todos os recursos colocados à minha disposição para meu crescimento humano e espiritual. As minhas diversas formadoras, desde o Aspirantado ao Juniorato, de modo especial as que aqui estão Ir. Maria Irena, Ir. Maria Marlene e Ir. Lisete minha gratidão por me terem mergulhado no Carisma Salvatoriano e no conhecimento do Projeto do Divino Salvador. A vocês formadoras, tenho enorme apreço e reconhecimento porque me ajudaram a moldar a minha vida através da configuração com o Divino Salvador. Do mesmo modo, endereço minha gratidão as coirmãs da comunidade que foram suporte quando precisei ajudando-me assim no crescimento vocacional.

Agradeço também ir. Terezinha Salvi pelo acompanhamento desde o noviciado até ao presente momento mostrando-me, portanto, os caminhos por onde trilhar como religiosa salvatoriana. Agradeço igualmente ao Pe. Davide pelo acompanhamento espiritual.

Agradeço ao Pe. Tomás, Jesuíta, que pregou o meu retiro de 30 dias no processo preparativo dos votos definitivos que hoje professei.

Agradeço aos meus coirmãos, Padres Salvatorianos, com os quais partilhamos mesma herança

carismática, espiritualidade e missão, de modo Particular, ao Pe. Celestino pela amizade, pela caminhada conjunta, pela vida partilhada e por ter aceite o desafio de pregar o meu último retiro em vista a preparação desta cerimônia.

Na pessoa do Pároco, Frei Ilídio, agradeço à paróquia Nossa Senhora do Rosário – Manica, por sinal minha paróquia de origem, pelo apoio, orações, incentivo e por ter acolhido e abraço a preparação desta tão significativa cerimônia na minha vida. Deus os recompense pelo bem que realizastes.

Ao nosso Pastor Dom João que aceitou prontamente o convite de presidir esta Celebração Eucarística, obrigada pela simplicidade e abertura. Endereço também meu agradecimento ao Dom Silito que me confirmou na fé cristã e também pela sua histórica presença na vida das Irmãs Salvatorianas nesta diocese.

Agradeço a grupo coral e todo pessoal de liturgia que se dedicou sem reserva na preparação desta celebração. Estava tudo muito bem, cantaram e dançaram muito bem. Parabéns!

E a todos vocês, meu muito obrigado! Tinotenda, Mwaita basa!

* Agradecimento proferido pela Ir. Joana O. Januári, na Celebração dos Votos Perpétuos, no dia  23 de abril de 2022.

Outros conteúdos